Psicologia do Esporte e do Exercício

A Psicologia do Esporte e do Exercício é um campo da ciência que trabalha comportamentos, emoções e pensamentos de pessoas envolvidas no contexto esportivo e de exercício físico. Seu objetivo é melhorar o desempenho de atletas e praticantes de atividades físicas e/ou esportivas, ajudando no controle de suas emoções e comportamentos em relação a diversas situações, aos colegas de equipe e ao ambiente como um todo.

O profissional da Psicologia do Esporte e do Exercício trabalha de forma investigativa, educadora e clínica buscando compreender, prevenir e, também tratar os fatores cognitivos, motivacionais e emocionais que de alguma forma influenciam no rendimento esportivo.

O Psicólogo do Esporte e do Exercício pode atuar nas seguintes áreas:

  • Esporte de alto rendimento: trata-se do esporte competitivo praticado por atletas.
  • Reabilitação: trabalho no tratamento psicológico a atletas que sofreram lesões na prática do esporte e, também para reabilitação ou inserção social de obesos, cardíacos, pessoas com necessidades especiais, etc.
  • Práticas de tempo livre: exercícios físicos e recreativos que são realizados no dia a dia para a manutenção da saúde e bem-estar.
  • Iniciação esportiva: jovens e crianças que estão iniciando nas atividades esportivas sendo elas competitivas ou não.
  • Esporte escolar: relação da criança ou jovem praticante do esporte com o ambiente escolar e seus colegas.

Diversos são os benefícios promovidos pela Psicologia do Esporte e do Exercício, tais como: aumento no foco, concentração, memória, motivação, autocontrole, autoconhecimento, autoconfiança, controle da ansiedade e do estresse, entre outros.

Além de trabalhar a melhora do desempenho esportivo, a Psicologia do Esporte e do Exercício trabalha o bem-estar do praticante, trazendo diversos benefícios à sua qualidade de vida e à sua saúde mental. No ambiente esportivo, muitas vezes, devido ao alto nível de cobrança, treinos intensos e exaustivos, possibilidades de lesões, entre outros fatores, algumas pessoas podem desenvolver alguns transtornos emocionais e psíquicos tais como:

  • Estresse: é uma reação física ou psicológica do organismo causada por situações desafiadoras que, de alguma forma, causem irritação, medo, desgaste, frustação ou preocupação à pessoa nela envolvida. Quando estressado, o corpo entra em modo de defesa e libera uma significativa quantidade de adrenalina e cortisol no sistema nervoso, causando alterações no humor, produtividade, saúde e qualidade de vida do indivíduo.
  • Ansiedade: é uma resposta natural do corpo diante de uma situação desafiadora. No entanto, quando em excesso, a ansiedade pode ser prejudicial a vida do indivíduo tendo como principais sintomas: inquietação, irritabilidade, fadiga, tensão muscular, palpitação, náuseas, entre outros.
  • Depressão: é uma doença que causa alterações do humor, tendo como característica a sensação de angústia e tristeza profunda, aliada a sintomas como pessimismo, baixa autoestima, culpa, amargura, falta de apetite, distúrbios de sono, entre outros.
  • Síndrome de Burnout: : é um distúrbio psíquico caracterizado pela exaustão prolongada e tensão emocional intensa, constantes situações de grande pressão e responsabilidade, provocadas por situações de trabalho (no caso o esporte) desgastantes.